Notícias Vacinas

Uma frase frequente aqui na clínica é: ” Meu bebê é alérgico ao ovo e ao leite e não está liberado pra fazer essa vacina!” ⠀

Será que é isso mesmo? ⠀

Lembramos o quanto é importante sempre passar em consulta com o seu médico antes de tomar qualquer vacina, para que possa orientar as contra indicações e receitar o que for melhor para o seu bebê. ⠀

Segundo a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz de pesquisas), apenas os indivíduos com as formas GRAVES de alergia ao ovo, como urticária e reações anafiláticas, não devem receber as vacinas que possuem esse componente. Porém, necessita de avaliação e testes para confirmação do risco benefício de não vacinar. ⠀

Entre as vacinas que possuem proteínas do ovo na sua composição, são: Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola), Tetra Viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), Gripe (Influenza) e Febre Amarela. ⠀

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) orienta que os pacientes com história de alergia severa ao ovo devem ter mais atenção com a vacina de Febre Amarela. E aplicação da vacina deve ser sob supervisão médica, em ambiente seguro com observação de 30 minutos após a ⠀

a vacina. Não havendo necessidade de precaução adicional posterior.⠀

Já, para os que são alérgicos ao leite, podem tomar qualquer vacina sem medo, não há risco na vacinação, pois não há proteínas do leite e nem traços de proteínas do leite de vaca. ⠀

Qualquer pessoa, inclusive crianças, com alergia à proteína do leite podem ser imunizadas sem qualquer perigo de reação alérgica, lembrando também que a intolerância a lactose e a alergia ao leite são problemas diferentes. Ressaltamos apenas, nos casos agudos os quais adiamos a vacina com administração por via oral.⠀

⠀⠀

#Sorocaba #SorocabaVacinas #Vacinas #Alergias #Influenza #FebreAmarela #Varicela #Sarampo

Artigo anterior

Próximo artigo

Deixe um comentário